terça-feira, 27 de agosto de 2013


 
 
Sindicato na luta
pelo piso salarial
 

Não foi 
desta vez que o Sindape conseguiu fazer valer os seus direitos, mas a luta continua em busca do direito, em todos os sentidos, e que será sempre o objetivo dos advogados.
 
Nove desembargadores apoiaram a tese divergente, lançada pelo desembargador Pedro Paulo Nóbrega, que defendia a extinção do processo do Sindicato dos Advogados do Estado de Pernambuco (Sindape), na fixação de piso salarial para a categoria em todo o Estado. Vale dizer, que a tese do Sindicato teve o reconhecimento da desembargadora relatora Maria do Socorro Emerenciano e de outros quatro desembargadores. “Não foi desta vez que o Sindape conseguiu fazer valer os seus direitos, mas a luta continua em busca do direito, em todos os sentidos, e que será sempre o nosso objetivo”, afirmou, em tom de desabafo, o advogado Edwaldo Gomes de Souza, presidente do Sindicato. Ele enviou o comunicado aos advogados, dando conta da extinção sem julgamento do mérito do dissídio coletivo e ajuizado pelo Sindape perante o Tribunal Regional do Trabalho da 6ª Região.
 
 
Advogados à mercê...       
 
Edwaldo concluiu: “Sem a fixação em sentença normativa fixando o piso da categoria, os advogados empregados ficam à mercê dos empregadores e das sociedades de advogados de fachada’. E usadas por alguns escritórios de advocacia, como forma de suprimir os direitos dos seus advogados empregados, em troca de sociedades nos resultados dos processos”.
 
Áreas de risco - Quem mora nas áreas de risco deve ficar atenta e procurar abrigo em caso de chuvas intensas, no Recife e na Região Metropolitana. As equipes de prontidão da Defesa Civil do Recife podem ser acionadas pelo0800.081.3400. Atendimento gratuito 24h.
 
 
 
 
 
Falta cidadania - Domingo, com o Recife lotado de ciclofaixas, este cidadão “preferiu” usar a calçada da Ponte Buarque de Macedo, no Centro do Recife, mesmo com risco de acidentar algum pedestre. Infelizmente, falta cidadania a muita gente.
 
 
Foto: Arthur Mota
 
 
 
Capacete e... - Hoje, na Câmara de Olinda, o vereador Arlindo Siqueira (PSL) apresenta projeto de lei que proíbe ingresso e permanência, nos estabelecimentos comerciais e públicos da cidade, de pessoas usando capacete.
 
...assaltos - Além do capacete, qualquer tipo de cobertura que oculte o rosto. Nos postos de combustíveis, o capacete deverá ser retirado antes da faixa de segurança para o abastecimento. A medida visa reduzir o grande número de assaltos com bandidos de  motos.
 
 
Dengue - A Secretaria Estadual de Saúde informa que, diante da denúncia da leitora Eveline Alves, está aparando o capim do estacionamento e recolhendo materiais descartados por servidores, no terreno da SES, no Bongi, além de campanha interna de conscientização. E que usa aparelhos de aspiração de mosquitos da dengue.
 
 
ProJovem -
 
Matrículas abertas, no ProJovem Urbano do Recife, com bolsa de cem reais para jovens de 18 a 29 anos e que não tenham terminado o 9º ano (antiga 8ª série). Tels: 3355-5482/9119.
 
 
Direitos -
A Faculdade dos Guararapes oferece curso gratuito de Defensoras e Defensores dos Direitos à Cidadania. Tel:81.3461.5555 e  http://www.faculdadeguararapes.edu.br/site/cursodedireito.
 
MBA -
A DH2 Assessoria Educacional e Treinamento abriu inscrições para o MBA em Jornalismo Empresarial e Assessoria de Imprensa. Tel: (81) 3427-1099.
     
 
 





Fotos da publicação de Anderson Figueiredo em Direitos Urbanos | Recife.


ISSO É UM ABSURDO! R$ 348.023,66 EM DOIS BANHEIROS PÚBLICOS! SÓ NO BRASIL MESMO!
 — em Parque Estadual de Dois Irmãos.
Compartilhar · 25 de agosto




Policiais Federais realizam mais uma semana de manifestos
Cumprindo agenda de mobilizações, o Sindicato dos Policiais Federais de Pernambuco – Sinpef/PE - tem mais uma pauta parlamentar nesta terça-feira (27), na Assembleia Legislativa. Dessa vez, a Polícia Federal será assunto do Grande Expediente do Palácio de Joaquim Nabuco. A Sessão Plenária da ALEPE será às 15h e contará com os Policiais Federais vestidos de preto, como forma de manifestação e indignação pela atual realidade da Categoria em todo o país.
Os Policiais Federais lutam pela reestruturação dos cargos de Escrivães, Papiloscopistas e Agentes Federais, que vem sofrendo com o descaso da Direção Geral do órgão e do Governo Federal em reconhecer os direitos assegurados pela lei e pela Constituição Federal. A luta da categoria é também pelo fim do assédio moral na corporação, melhorias nas condições de trabalho e modernização da investigação.
Em todo o Brasil os Policiais Federais vem buscando apoio dos parlamentares para a crise atual da Polícia Federal, pois esta reflete nos serviços de segurança pública prestados à população. O tema já foi pauta de audiência pública na Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro no dia 05/08 e no próximo dia 06/09 será a vez da Assembleia Legislativa do Mato Grosso do Sul.
 
RETROPESCTIVA: Na quarta-feira passada (21.08), uma comitiva dos policiais federais do Sinpef/PE entregou documento com as principais reivindicações e bandeiras de luta da categoria ao Deputado Estadual Antônio Moraes - PSDB. O encontro contou com a presença da tucana Terezinha Nunes. Já na manhã do dia 22 de agosto, o grupo reforçou os apelos às lutas com o Deputado Estadual e Primeiro-secretário da Assembleia Legislativa, João Fernando Coutinho (PSB).
___________________________________________________________
CONTATOS
Marcelo Pires – Presidente do SINPEF/PE
Magne Cristine - Diretora de Relações e Comunicação do SINPEF/PE
ASCOM
Criz Rodrigues (81) 9225 4388 - 97229535
Chris Huggins (81) 9106 1098 





 
Desenvolvendo pessoas
 
O Seminário Internacional de Desenvolvimento de Pessoas da DeVry Brasil, em sua segunda edição, abordará como assuntos principais: Gestão de Pessoas, Educação Corporativa e Networking com palestras de Waldez Ludwig, Ricardo Vasques, Luciano Durini e Marcos Braun.  O seminário acontecerá no início de Setembro, nas três cidades - Salvador (3), Fortaleza (4) e Recife (5) - onde são oferecidos os seis cursos do programa de Pós-graduação Executiva. Em Recife, acontecerá às 18h, no hotel Beach Class, em Boa Viagem.
 
O evento é uma apresentação do Programa de Pós-graduação Internacional DeVry Brasil oferece seis cursos MBAs com carga horária total de 450 horas cada, nas seguintes área de atuação: Recursos Humanos, Marketing, Finanças, Logística, Gestão de Projetos e Gestão Empresarial. O programa tem como proposta a transformação pessoal e profissional do aluno, focado no desenvolvimento das competências que as empresas nacionais e multinacionais mais procuram nos executivos atuais, por meio de oficinas de desenvolvimento personalizado, coaching e infra-estrutura internacional. Outras informações sobre o evento e a pós-graduação podem ser obtidas pelo site posgraduacao.devrybrasil.com.br.
 
Sobre a DeVry - A DeVry Brasil faz parte da DeVry Inc., um dos maiores grupos educacionais norte-americanos, que está presente em 40 países, com mais de 80 anos de tradição. Atualmente, a DeVry Brasil  controla no país as faculdades Fanor, em Fortaleza (CE), e ÁREA1 e Ruy Barbosa, ambas localizadas na cidade de Salvador (BA), a FBV em Recife (PE), a FAVIP em Caruaru (PE) e mais recentemente a FACID, em Teresina (PI), faculdade referência nos cursos de Medicina e Odontologia no Estado. Ao todo, essas seis instituições levam a proposta de educação de qualidade internacional para mais de 30 mil alunos em 49 cursos de graduação nas áreas de Administração, Saúde, Direito e Engenharia e 32 cursos de pós-graduação.
 
 
 



 


Peixe-boi mais velho de Pernambuco completa 50 anos Xica, a aniversariante, é a mesma que viveu confinada por 22 anos

O peixe-boi mais velho do Centro Nacional de Pesquisa e Conservação de Mamíferos Aquáticos (CMA/ICMBio), localizado na Ilha de Itamaracá, ao Norte do Grande Recife, chegou aos 50 anos. Xica, a aniversariante, é aquela que viveu confinada por 22 anos (1970-1992) num tanque na Praça do Derby, área central da capital pernambucana.
 
Foram 22 anos de sofrimento, diz a bióloga Maria Adélia de Oliveira, representante da Associação Pernambucana de Defesa da Natureza (Aspan).  O animal morava num recinto raso e pequeno para suas dimensões:  2,45 metros de comprimento e cerca de 300 quilos de peso. Enquanto isso, o tanque  tinha 12 metros de diâmetro e 1,5 metro de profundidade.
 
Sem espaço para se locomover, Xica, uma fêmea de peixe-boi marinho (Trichechus-manatus), nadava apenas em círculo, no sentido horário, o que lhe custou uma má formação lombar.  Além disso, a água do canal da Avenida Agamenon Magalhães, cheia de esgoto,  se infiltrava no tanque, nos períodos de maré alta, conta Maria Adélia.
 
“A gente via a água mudar de cor,  quando a maré subia”, diz ela. Periodicamente, a prefeitura secava o recinto para dar banho em Xica, esfregando o corpo com vassouras. Num dos banhos, agitada,  ela feriu as costas na areia acumulada no fundo do tanque. O machucado nunca cicatrizava. Como o lugar era raso, Xica vivia com as costas sempre ao sol.
 
Para completar, as pessoas chegavam muito perto do animal. “Davam comida e pipoca, tocavam nela, eram condições inadequadas”, lembra Maria Adélia. Por dez anos, a Aspan tentou levar Xica para um cativeiro natural, numa praia da Paraíba. Em 1990, com a inauguração de uma base do Projeto Peixe-Boi  (na época ligado ao Instituto Brasileiro do Meio Ambiete, o Ibama) em Itamaracá, a entidade iniciou campanha para transferir Xica para a ilha.
 
A Aspan recorreu ao Ministério Público, que obrigou o Ibama a fazer a transferência.  Em agosto de 1992, com 29 anos de idade, Xica foi levada para o centro, onde permancece há exatos 21 anos. Lá, curou a ferida das costas e teve três filhos, mas nenhum sobreviveu. É a primeira peixe-boi do Brasil a parir em cativeiro. “Xica é uma vencedora”,  resume Adélia.
 
A peixe-boi foi capturada num curral de pesca da Praia de Ponta de Pedras, em Goiana, Litoral Norte de Pernambuco, em 1963, ainda filhote. Passou sete anos num tanque, numa fazenda da mesma praia, até ser doada à Prefeitura do Recife e levada para a Praça do Derby.
 
O aniversário de Xica será comemorado até o fim de 2013, no CMA. Cartazes nos ônibus e nas escolas convidam a população para celebrar a data. O museu do centro preparou exposição com fotos de Xica, maquete do antigo cativeiro na Praça do Derby e painéis contando a história de vida do mamífero. Filme e palestra completam a programação.
 
O CMA (antigo Projeto Peixe-Boi e hoje vinculado ao Instituto Chico Mendes de Conserrvação da Biodiversidade, o ICMBio)  abre para visitações todos os dias, das 9h às 16h. O ingresso custa R$ 10 (inteira) e R$ 5 (meia). Escolas públicas não pagam e visitas em grupo devem ser agendadas. O telefone do centro é 3544-1056.
 
com informações jconline

Nenhum comentário:

Postar um comentário